Capri La Migliera

Mapa

Em direção ao mirante do Tuono, a vista para o mar aberto.

Quem quiser fazer um passeio longe da multidão, em um lugar de beleza natural e selvagem, ainda pouco conhecido pela maioria dos turistas e fora do itinerário dos pacotes turísticos, pode se dirigir até o caminho da Migliera.

Durante o trajeto da Migliera é possível apreciar as plantações típicas da região, especialmente vinhedos, ao lado dos antigos bosques e do mar aberto que dá em Ischia. O passeio nessa ruazinha, que no passado era percorrida exclusivamente por pedestres, termina no mirante do Tuono (trovão), talvez o mais sugestivo de toda a ilha de Capri.

Ao final do caminho, o panorama delicado e relaxante muda completamente: o trajeto termina com uma descida com vista para o mar e para um precipício de rochas brancas e pontudas que vão até a Cala do Limmo e o Faro di Punta Carena. Os únicos habitantes do lugar são as gaivotas que, com as asas abertas, voam aproveitando as correntes de ar.

O espetacular mirante do Tuono talvez já existisse no período romano; no século XIX existiam ainda restos de antigas estruturas com seus mosaicos de vidro e pedaços de parede coloridas. Ao percorrer uma subida em uma estradinha de terra encontra-se uma pequena madona, depois uma grande cruz de ferro, e por último um outro mirante com vista para os Faraglioni de Capri de onde é possível sonhar de estar só na ilha de Capri, especialmente na hora do pôr do sol ou em um dia de inverno.

No passado este dramático penhasco era lugar de suicídios. Quem tratou do assunto foi Alberto Moravia em 1934 com o seu romance ambientado em Capri (o autor morou muito tempo na ilha junto com sua companheira Elsa Morante).

Inspire-se...

  • 1
  • 2
  • 3

Hotéis em destaque