Capri A Gruta Azul

Mapa

Um conto de fadas, pedaço de paraíso do Imperador Tibério.

Pegue um barquinho a remo, estenda-se e deixe-se guiar por um marinheiro embaixo de um arco de entrada com apenas um metro de altura. No início dá para ver apenas a escuridão. Depois, ao improviso, o ambiente ganha reflexos azuis e transparentes enquanto as paredes de pedra ecoam as canções napolitanas.

Você está na Gruta Azul. As fotos que você vê nesta página não foram modificadas: dentro da gruta a água é exatamente assim, de um azul transparente com reflexos prateados. A impressão não é a de navegar, mas de flutuar suspenso no céu. Pelo menos uma vez na vida é preciso entrar para entender porque esta é a atração mais famosa de Capri.

A Gruta Azul - Informações práticas

  • Como chegar: em ônibus de Anacapri ou em barco de Marina Grande.
  • Quando está aberta: das 9 da manhã até as 5 da tarde, apenas com boas condições marítimas (dependendo da posição do vento é impossível entrar na gruta)
  • Quanto custa a entrada: 13 euros por pessoa (a Gruta Azul é um bem cultural e por isso o pagamento de bilhete como se fosse em um museu).

A Gruta Azul é uma cavidade natural com aproximadamente 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é de apenas 1 metro de altura e 2 de largura por isso o único modo de entrar é utilizando pequenos barcos a remo, que podem conter no máximo 4 pessoas. O marinheiro pedirá que você deite no fundo do barco e entrará na gruta pegando impulso em uma corrente presa nas rochas.

Porque a Gruta Azul é azul

A cor azul da gruta vêm da luz do sol que entra através de uma janela submarina que se abre exatamente embaixo da porta de entrada. Graças a essa abertura a luz absorve o vermelho e deixa passar o azul. Já os reflexos prateados dependem de um segundo fenômeno que depende dos objetos imersos: as bolhas de ar que chegam a superfície externa desses objetos tem um índice de refração diferente daquele da água, permitindo que a luz reflita.

A história da Gruta Azul

Na época romana, aos tempos de Tibério, a gruta era utilizada como ninfeo marinho: as estátuas encontradas no seu interior hoje se encontram na Casa Rossa de Anacapri. Por muitos anos a Gruta Azul não era visitada e, aliás, era temida pelos marinheiros locais porque as lendas populares a descreviam como um lugar infestado de espíritos e demônios.
Um dia, no ano de 1826, o pescador da ilha Angelo Ferraro acompanhou o escritor alemão August Kopisch e o pintor Ernst Fries em uma visita. Os dois voltaram contando maravilhas sobre a Gruta Azul e a partir de então a gruta se tornaria uma visita obrigatória de uma viagem a Capri.

Como chegar na Gruta Azul

  • De barco: 10 minutos de Marina Grande ou como etapa de um Giro dell'Isola.
  • De ônibus: terminal Anacapri, a 50 metros da praça Vittoria.
  • A pé: percorrer o Viale T. de Tommaso, Via Pagliaro e Via Grotta Azzurra (3,5 km)

Inspire-se...

  • 1
  • 2
  • 3

Hotéis em destaque